Institucional 2
Banner Institucional 1

Grupo de Choro do Conservatório de Tatuí recebe Aquiles Moraes e Everson Moraes

Evento gratuito, que fecha as apresentações do ano, acontecerá na próxima quarta-feira, 21, às 20h, no Teatro Procópio Ferreira

Grupo de Choro do Conservatório de Tatuí recebe Aquiles Moraes e Everson Moraes

15/12/2022

O Grupo de Choro do Conservatório de Tatuí – instituição da Secretaria de Economia Criativa do Estado de São Paulo, gerida pela Sustenidos Organização Social de Cultura e considerada a maior escola de música e artes cênicas da América Latina – realizará na próxima quarta-feira, 21, apresentação gratuita com os artistas convidados Aquiles Moraes e Everson Moraes, no Teatro Procópio Ferreira, às 20h, em Tatuí (SP). Os ingressos podem ser retirados via plataforma virtual INTI ou pessoalmente, na bilheteria do teatro, de terça a sexta-feira, das 13h às 16h e das 17h às 20h.

O concerto marca o final da temporada de apresentações de 2022 do Teatro Procópio Ferreira, que volta em 2023 com uma agenda repleta de novidades preparadas pelo Conservatório de Tatuí.

Além do concerto com o Grupo de Choro, os convidados, Aquiles e Everson Moraes, também farão uma participação especial na Roda de Choro na Praça da Matriz de Tatuí, dia 20 de dezembro, às 17h. Também ministrarão uma Master Class com o tema “O Oficleide e a Linguagem do Choro para Instrumentos de Sopro” no mesmo dia, às 15h, no Salão Villa-Lobos.

Fundado em 1993, o Grupo de Choro do Conservatório de Tatuí é um dos grandes incentivadores do gênero no Brasil. Tem como objetivo desenvolver a capacidade de improvisação e prática de repertório, sempre baseados na pesquisa e divulgação do gênero. Essa iniciativa busca estimular a prática do Choro, bem como resgatar e divulgar as tradições e os(as) melhores compositores(as) do gênero de nosso país.

Aquiles Moraes

Trompetista graduado pela Unirio, com o professor Nailson Simões. Nasceu na cidade de Cordeiro-RJ. Iniciou seus estudos em 1998, junto à banda Sociedade Musical Fraternidade Cordeirense, aos 8 anos. Mais tarde, estudou na Escola Portátil de Música com grandes mestres do choro. É integrante do grupo Os Matutos, com o qual gravou dois discos, lançados em 2005 e 2020. Participou do documentário e do show homônimo Brasileirinho, ao lado de nomes como Silvério Pontes, Guinga, Joel Nascimento e Yamandu Costa. É integrante da Orquestra Furiosa Portátil, da Escola Portátil de Música. Gravou e se apresentou com diversos artistas, como Jorginho do Pandeiro, Maria Bethânia, Chico Buarque, Zeca Pagodinho, Zé Renato, Cristóvão Bastos, Bibi Ferreira, Ney Matogrosso e Hamilton de Holanda. Participou como professor de trompete do Festival Nacional de Choro de 2010 e das l, ll, lll, IV e V Semana Seu Geraldo de Música, em São Paulo.

Everson Moraes

Nascido em Cordeiro-RJ, iniciou seus estudos na Sociedade Musical Fraternidade Cordeirense. É Bacharel em trombone pela UNIRIO e Mestre em Música pela UFRJ, onde defendeu a tese IRINEU DE ALMEIDA E O OFICLEIDE: o resgate de um instrumento esquecido. Integrante do grupo de choro “Os Matutos”, desenvolve uma importante pesquisa de partituras em fazendas e bandas centenárias da região serrana do estado do Rio. Trabalha com importantes artistas da música popular brasileira, tais como: Ney Matogrosso, João Bosco, Francis Hime, Zeca Pagodinho, Mário Adnet, Nailor Proveta, Zé Renato, Maurício Carrilho, Cristovão Bastos, dentre outros. Foi professor de trombone em diversos festivais pelo país, como por exemplo: I Festival Internacional de Metais da UNIRIO, Painel Funarte de Música Popular, Oficina de Música de Curitiba, IV Festival Internacional de Trombones da UNIRIO, II Seminário Internacional de Performance e Pesquisa em Instrumentos de Metais e Painel Funarte de Bandas de Música. Em 2013 adquiriu um oficleide centenário, e iniciou um trabalho de resgate da história e da prática do oficleide na música brasileira, gravando em 2015 o disco “Irineu de Almeida e o Oficleide – 100 Anos Depois”, lançado pela gravadora Biscoito Fino. Em 2018 foi aprovado no concurso público para integrar a Orquestra Sinfônica da UFRJ, obtendo o 1º lugar.

SERVIÇO
Grupo de Choro do Conservatório de Tatuí convida Aquiles Moraes e Everson Moraes

Data: 21 de dezembro de 2022, quarta-feira
Horário: 20h
Local: Teatro Procópio Ferreira, Tatuí-SP
Evento gratuito

 

Agradecemos aos patrocinadores do Conservatório de Tatuí que apoiam nossas atividades:

 

Patrocinador Safira: Nubank

Patrocinador Diamante: Instituto CCR e Sabesp

Patrocinador Ouro: CSN

Patrocinador Prata: Cipatex, Visa, Eixo SP e Rodovias do Tietê

Patrocinador Bronze: Faber Castell e Case IH (marca da CNH Industrial)

 

Patrocinadores Sustenidos: Nubank, VISA, Bradesco, CTG Brasil, CCR, Sabesp, Grupo Maringá, SulAmérica, Microsoft, Bayer, CSN, Novelis, Blau, Cipatex, Eixo SP, Rodovias do Tiête, Faber-Castell, WestRock, SKY, BTP, CNH Industrial, Supermercados Tauste e Castelo Alimentos.

 

Sobre o Conservatório de Tatuí: Fundado em 11 de agosto de 1954, o Conservatório Dramático e Musical “Dr. Carlos de Campos” de Tatuí – ou apenas Conservatório de Tatuí (SP), como é conhecido internacionalmente – é uma das mais respeitadas escolas de música e artes cênicas da América Latina. Oferece mais de 100 cursos gratuitos nas áreas de Música Erudita (instrumentos, canto e regência), Música Popular Brasileira, Artes Cênicas e Luteria. Atende aproximadamente 2 mil alunos anualmente, vindos de todas as regiões do Brasil e, também, de outros países, como Argentina, Chile, Coreia do Sul, Equador, Estados Unidos, Japão, México, Peru, Portugal, Síria, Uruguai e Venezuela. É considerado uma das mais bem-sucedidas ações culturais do Estado, oferece ensino de excelência, com a missão de formar instrumentistas, cantores, atores, regentes, educadores e luthiers de alto nível. Sua importância no cenário musical é tão acentuada que garantiu à cidade de Tatuí o título de Capital da Música, aprovado por lei em janeiro de 2007. A instituição é gerida pela Sustenidos Organização Social de Cultura.

Sobre a Sustenidos: A Sustenidos é uma organização referência na concepção, implantação e gestão de políticas públicas na área de educação musical. Atualmente, é gestora do Complexo Theatro Municipal e do Conservatório de Tatuí, além dos projetos especiais: Musicou, MOVE, Ethno Brazil e Imagine Brazil. De 2004 a 2021, também foi gestora do Projeto Guri, maior programa sociocultural brasileiro. Eleita a Melhor ONG de Cultura em 2018, a Sustenidos conta com o apoio do Governo do Estado de São Paulo, de prefeituras, empresas e pessoas físicas. As instituições interessadas em investir na Sustenidos podem contribuir por verba livre ou através das Leis de Incentivo à Cultura (Federal e Estadual). Pessoas físicas também podem ajudar de diferentes maneiras. Saiba como contribuir no site da Sustenidos.

 


Conservatório de Tatuí
Site: VSEIS
Governo do Estado de SP