Institucional 4
Institucional 3

Conservatório de Tatuí retoma eventos presenciais com novidades

Instituição da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Estado, gerida desde dezembro de 2020 pela Sustenidos Organização Social de Cultura, anuncia o retorno gradual das apresentações culturais, lança novos projetos, realiza reformas e benfeitorias e planeja outras reestruturações para 2022

Conservatório de Tatuí retoma eventos presenciais com novidades

21/10/2021

Após 19 meses de atividades virtuais e mais de 160 apresentações remotas, o Conservatório de Tatuí, a  maior escola de música e teatro da América Latina, inicia a retomada gradual dos eventos culturais presenciais. Instituição da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Governo do Estado de São Paulo e gerido pela Sustenidos Organização Social de Cultura desde dezembro de 2020, o Conservatório prevê para 2022 uma nova estrutura para seus corpos artísticos, alinhada com as tendências internacionais.

No início deste mês (05/10), o Conservatório de Tatuí iniciou a retomada gradual de apresentações presenciais com o lançamento da série ‘Rodas de Choro 2021’, realizada na Praça da Matriz da cidade, seguindo todos os protocolos de segurança, como distanciamento social, máscara (exceto para instrumentistas de sopros), uso de álcool gel e ao ar livre. Os próximos encontros na Praça estão previstos para os dias 26 de outubro, 9, 23 e 30 de novembro, sempre às 17h. Também está programado um concerto especial, no dia 23 de outubro, com um Quinteto de Cordas e participação do barítono Sandro Pires, às 11h30, no Centro Hípico Tatuí.

A agenda de eventos segue pelos meses de novembro e dezembro com apresentações de Trio Código Ternário, Toninho Ferragutti e Quinteto de Cordas, Rodas de Choro, Choro das Três, concertos dos Grupos Artísticos Big Band, Banda Sinfônica e Jazz Combo do Conservatório de Tatuí, entre outras. A programação completa pode ser conferida no site: https://www.conservatoriodetatui.org.br/. Estão previstos ainda encontros de violão e luteria, concursos internos de piano e violão e a tradicional Semana da Música, com mais de 10 apresentações no mês de novembro.

A Cia. de Teatro está desenvolvendo um projeto denominado ‘Ações para Suspender o Tempo’, no qual mantém as atividades on-line com audiodescrição. As apresentações desses experimentos cênicos buscam investigar procedimentos relacionais com espectadores, bem como desenvolver práticas de mediação entre público e criação artística, levando em consideração questões de acessibilidade e diversidade. Também faz parte do plano realizar a Mostras de Artes Cênicas e a Publicação da Revista Buli– Revista especializada.

Estão previstos ainda, para o terceiro quadrimestre, dezenas de produções audiovisuais, que incluem apresentações musicais e teatrais, além de videoaulas gratuitas pelo projeto “Conservatório na Rede” (https://www.youtube.com/playlist?list=PLHLmAeHiJh4onqIUKxaKIdBOYQ20ed_vb). Pelo menos cinco concertos presenciais, com a participação de artistas convidados, também estão na agenda da escola.

As aulas presenciais também foram retomadas em 17 de maio e seguem o Plano de Retomada Gradual das Atividades Educacionais Presenciais, que autoriza o retorno dos alunos de forma escalonada. Na primeira etapa, foram autorizadas apenas aulas individuais, para alunos de séries avançadas e, atualmente, já estão permitidas algumas aulas presenciais coletivas, respeitando-se todos os protocolos sanitários e de distanciamento.

“Ficamos felizes em poder retomar nossas atividades presenciais de forma gradual e segura. Isso nos dá a oportunidade de mostrar ao público todas as novidades e melhorias que estamos trazendo para o Conservatório de Tatuí, alunos e colaboradores”, afirma a Superintendente Educacional da Sustenidos, Claudia Freixedas. A instituição oferece cerca de 100 cursos, entre regulares, livres e de aperfeiçoamento – todos gratuitos. Também atua na difusão cultural, com a realização regular de audições, recitais, concertos e espetáculos teatrais, entre outros.

 

Reestruturação

A partir de 2022, o Conservatório de Tatuí apresentará uma nova estrutura para seus corpos artísticos, que, atualmente, são formados por monitores (músicos e atores contratados) e bolsistas e passarão a ser formados integralmente por alunos(as) bolsistas. Com esta medida, será possível aumentar o protagonismo dos alunos(as) nos Grupos Artísticos, aumentar em 42% o número de bolsas performance concedidas anualmente e dobrar o tempo de vigência e pagamento das bolsas performance.

Além disso, a função dos monitores e a nomenclatura do cargo serão revistas. Em vez de atuarem como integrantes dos grupos, eles se tornarão Professores dos Grupos Artísticos, ficando responsáveis por dar suporte aos bolsistas nos ensaios, na preparação de repertório e nas demais necessidades artístico-pedagógicas. Grande parte dos atuais monitores já atuam como professores na instituição e assim permanecerão. Com isso, haverá um remanejamento das horas-aula trabalhadas.

“Com estas medidas, será possível beneficiar um número maior de alunos e apoiá-los financeiramente para que possam dar continuidade aos estudos. Hoje atendemos aproximadamente 2 mil alunos, dos quais cerca de 200 se formam anualmente. A reestruturação ainda prevê aumento da participação de artistas e regentes convidados nas ações dos grupos, de modo a intensificar o intercâmbio de conhecimento para os estudantes”, diz Claudia Freixedas.

Além da nova estrutura para seus corpos artísticos, a Sustenidos realiza ações de melhoria na estrutura do Alojamento do Conservatório de Tatuí, com a contratação de equipe interna de manutenção, serviços de jardinagem, elétrica, hidráulica e pintura, entre outros. Também foram feitas reformas para garantir a internet wi-fi em todas as unidades do equipamento. Atualmente, está em andamento uma reestruturação do sistema de refrigeração do Teatro Procópio Ferreira, com a instalação de novo sistema de ar-condicionado e utilização de material antichamas.

 

Pandemia

As atividades presenciais do Conservatório de Tatuí foram suspensas em março de 2020, por determinação do Governo do Estado de São Paulo, como medida de contenção da pandemia de Covid-19. Desde então, a instituição tem mantido as aulas e as ações de difusão cultural em ambiente virtual. Ao assumir a gestão do Conservatório, em dezembro de 2020, a Sustenidos manteve as atividades remotas até a aprovação do Plano de Retomada Gradual, que começou a ser implantado em 17 de maio.

Além disso, foram realizadas master classes, cursos de aperfeiçoamento, cursos livres, cursos de curta duração, publicação de videoaulas produzidas por professores e artistas convidados e Mostra de Música de Câmara e Prática de Conjunto. Paralelamente, aconteceram vários processos seletivos para ingresso de novos alunos e bolsistas dos corpos artísticos.

No mês de agosto, coincidindo com as comemorações da Semana Paulo Setúbal, aniversário da cidade e aniversário do Conservatório de Tatuí, foram realizadas apresentações virtuais dos nove Grupos Artísticos de Bolsistas musicais: Grupo de Percussão, Coro Artístico, Grupo de Choro, Orquestra Sinfônica, Big Band, Jazz Combo, Grupo de Música Raiz, Banda Sinfônica e Camerata de Violões do Conservatório de Tatuí. Foram produzidos mosaicos, veiculados nas mídias digitais da instituição, da Sustenidos e da Prefeitura de Tatuí. As ações de agosto contaram ainda com a participação de artistas convidados, ícones do meio artístico, como Felipe Coelho Noneto e Duo Siqueira Lima, representado por Fernando de Lima.

Para o terceiro quadrimestre, já estão previstas dezenas de novas produções audiovisuais e alguns concertos presenciais, que terão a participação de artistas convidados, como Joana Queiroz, Wanessa Dourado, Emmanuele Baldini, Yuka de Almeida Prado, Izaias Bueno, Eduardo Gianesella, Cristine Bello Guse, Gustavo Costa, entre outros. A partir dos resultados observados nas ações virtuais realizadas durante a pandemia, serão definidas algumas ações híbridas – parte presencial, parte virtual.

 

Patrocinador Ouro Conservatório de Tatuí: CSN

Patrocinadores Sustenidos: Microsoft e Visa
Apoio institucional: Instituto ACP
Parceiro internacional: JM International

Sobre o Conservatório de Tatuí: Fundado em 11 de agosto de 1954, o Conservatório Dramático e Musical “Dr. Carlos de Campos” de Tatuí – ou apenas Conservatório de Tatuí (SP), como é conhecido internacionalmente – é uma das mais respeitadas escolas de música da América Latina. Oferece mais de 100 cursos gratuitos nas áreas de Música Erudita (instrumentos, canto e regência), Música Popular Brasileira, Artes Cênicas e Luteria. Atende aproximadamente 2.000 alunos anualmente, vindos de todas as regiões do Brasil e, também, de outros países, como Argentina, Chile, Coreia do Sul, Equador, Estados Unidos, Japão, México, Peru, Portugal, Síria, Uruguai e Venezuela. É considerado uma das mais bem-sucedidas ações culturais do Estado, oferece ensino de excelência, com a missão de formar instrumentistas, cantores, atores, regentes, educadores e luthiers de alto nível. Sua importância no cenário musical é tão acentuada que garantiu à cidade de Tatuí o título de Capital da Música, aprovado por lei em janeiro de 2007. A instituição é mantida pelo Governo do Estado de São Paulo e por empresas patrocinadoras, por meio de leis de incentivo fiscal, sob a gestão da Sustenidos Organização Social de Cultura.

Sobre a Sustenidos: Eleita a Melhor ONG de Cultura de 2018, a Sustenidos é a organização responsável pelos programas Projeto Guri, Som na Estrada, Musicou e MOVE (Musicians and Organizers Volunteer Exchange); pelos festivais Ethno Brazil e Imagine Brazil; além do Conservatório Dramático e Musical de Tatuí e do Theatro Municipal de São Paulo. No Projeto Guri desde 2004, é responsável pela gestão do programa de ensino musical no litoral e no interior do Estado de São Paulo, incluindo os polos da Fundação CASA. Além do Governo de São Paulo, a Sustenidos conta com o apoio de prefeituras, organizações sociais, empresas e pessoas físicas. Instituições interessadas em investir na Sustenidos, contribuindo para o desenvolvimento integral de crianças e adolescentes, têm suporte fiscal da Lei Federal de Incentivo à Cultura e do Fundo Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (FUMCAD). Pessoas físicas também podem ajudar. Saiba como contribuir: www.sustenidos.org.br/pessoa-fisica/