Institucional 4
Institucional 3

Conservatório de Tatuí recebe pianista Caio Pagano e sedia recital ‘Últimos pensamentos musicais’

A apresentação musical será realizada presencialmente na próxima quarta-feira, dia 10, às 19h, no Salão Villa-Lobos, com entrada gratuita

Conservatório de Tatuí recebe pianista Caio Pagano e sedia recital ‘Últimos pensamentos musicais’

04/11/2021

O Conservatório de Tatuí – instituição da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Estado de São Paulo, considerado a maior escola de música e teatro da América Latina, recebe nesta semana o consagrado pianista Caio Pagano, com o recital “Últimos pensamentos musicais: as últimas peças escritas para piano por grandes compositores”. A apresentação será realizada presencialmente na próxima quarta-feira, dia 10, às 19 horas, no Salão Villa-Lobos. A entrada é gratuita.

Caio Pagano lança o álbum “Últimos pensamentos musicais”, com as peças finais de grandes compositores da história do piano. A compilação inédita é resultado de pesquisa de longa data, que revelou peças desconhecidas, guardadas em arquivos pessoais e até uma inacabada de Prokofiev, além da última peça escrita por Camargo Guarnieri, de 1992, recebida da viúva do compositor, para que ele a estreasse. Um manuscrito de imenso valor histórico, que permaneceu com o pianista como uma relíquia, de um amigo com quem conviveu e trocou experiências.

Caio Pagano é pianista com ativa carreira internacional e professor catedrático da Arizona State University. Foi professor do Departamento de Música da Universidade de São Paulo, da Texas Christian University, professor titular e Chefe de Departamento do Instituto Politécnico de Portugal, professor pro tempore da Hochschule de Lübeck, professor e coordenador de doutorados no Conservatório de Lausanne, Suíça; em Portugal e na Espanha (Mérida). Gravou pelos selos Deutsche Grammophon, Glissando, Fermata, Summit, Soundset, Portugália, Numérica, entre outros. Tocou com orquestras por todo o mundo, além de realizar inúmeros recitais de piano e concertos de câmara no Brasil, Europa, Estados Unidos e China.

O álbum traz 12 compositores em 18 faixas: Johann Sebastian Bach, Wolfgang Amadeus Mozart, Ludwig van Beethoven, Franz Schubert, Frédéric Chopin, Robert Schumann, Franz Liszt, Johannes Brahms, Claude Debussy, Maurice Ravel, Sergei Prokofiev e Camargo Guarnieri. Está disponível nas principais plataformas digitais e na Loja Clássicos (https://lojaclassicos.com.br).

 

PROGRAMA:

1 – Franz Schubert (1797-1828)
Peça para piano nº 3 em Dó maior D 946

2 – Robert Schumann (1810-1856)
Tema Fantasma e Variações

3 – Johannes Brahms (1833-1897)
Peça para piano op. 119 nº 3 em Dó maior

4 – Franz Liszt (1811-1886)
Bagatela sem tonalidade (Valsa Mefisto nº 4)

5 – Claude Debussy (1862 -1918)
Noites iluminadas pelo ardor do carvão

6 – Ludwig van Beethoven (1770-1827)
Seis Bagatelas op. 126
N⁰ 1. Andante con moto, cantabile e con piacevole (Sol maior)
N⁰ 2. Allegro (Sol menor)
N⁰ 3. Andante, cantabile ed espressivo (Mi bemol maior)
N⁰ 4. Presto (Si menor)
N⁰ 5. Quasi allegretto (Sol maior)
N⁰ 6. Presto – Andante amabile e con moto (Mi bemol maior)

7 – Frédéric Chopin (1810-1849)
Mazurca em Sol menor op. 64 nº 2

8 – Camargo Guarnieri (1907-1993)
Último Pensamento Musical: Improvisando

 

Caio Pagano
Nascido em São Paulo, Brasil. Formado em Direito pela Universidade de São Paulo e doutor em Música – Piano, pela Universidade Católica de Washington D.C., atuou como professor do Departamento de Música da Universidade de São Paulo; da Texas Christian University; Professor titular e chefe de departamento do Instituto Politécnico de Portugal; Professor pro tempore da Hochschule de Lübeck; Professor catedrático da Arizona State University. Foi membro do júri de concursos Steinway nos Estados Unidos, no Brasil e em Singapura, dos Concursos Villa-Lobos e  BNDES, no Brasil, Internacional do Panamá, Internacional do Porto (Portugal) e do Concurso Internacional de Corpus Christi USA. Foi professor e coordenador de doutorado no Conservatório de Lausanne, Suíça; em Portugal e na Espanha (Mérida).

Gravou 25 álbuns pelos selos: Deutsche Grammophon; Glissando; Fermata; Summit; Soundset; Portugália; Numérica. Dentre eles: Beethoven – Variações Diabelli; Villa-Lobos, escolhido como disco do mês pela BBC; Homage To Brazil, com obras de Camargo Guarnieri, com a Orquestra Nacional Tcheca.

Apresentou em primeira audição obras de Willy Corrêa de Oliveira, Gilberto Mendes, Hans-Joachin Koellreutter, Almeida Prado, Camargo Guarnieri, dedicadas a ele, e obras solo de Almeida Prado, Gilberto Mendes, Paulo Chagas. Gravou em premiere mundial o Choro para piano e orquestra, de Camargo Guarnieri.  Tocou mais de 400 vezes com orquestras por todo o mundo, além de inúmeros recitais de piano e concertos de câmara no Brasil, Europa, Estados Unidos e China. Recebeu o Prêmio Eldorado de Música, é um artista Steinway e foi condecorado com o título de Comendador da Ordem do Ipiranga pelo Governo do Estado de São Paulo/Brasil.

Está lançando o álbum “Últimos pensamentos musicais” – selo Panambi Música – selecionado pelo PROAC.

SERVIÇO
Recital “Últimos pensamentos musicais: as últimas peças escritas para piano por grandes compositores”
Caio Pagano, pianista convidado
Data: 10 de novembro de 2021, quarta-feira
Horário: 19h
Local: Salão Villa-Lobos
Rua São Bento, 415, Centro, Tatuí-SP
Entrada gratuita

 

Patrocinadores Sustenidos: Microsoft e Visa
Apoio institucional: Instituto ACP
Parceiro internacional: JM International

Sobre o Conservatório de Tatuí: Fundado em 11 de agosto de 1954, o Conservatório Dramático e Musical “Dr. Carlos de Campos” de Tatuí – ou apenas Conservatório de Tatuí (SP), como é conhecido internacionalmente – é uma das mais respeitadas escolas de música da América Latina. Oferece mais de 100 cursos gratuitos nas áreas de Música Erudita (instrumentos, canto e regência), Música Popular Brasileira, Artes Cênicas e Luteria. Atende aproximadamente 2.000 alunos anualmente, vindos de todas as regiões do Brasil e, também, de outros países, como Argentina, Chile, Coreia do Sul, Equador, Estados Unidos, Japão, México, Peru, Portugal, Síria, Uruguai e Venezuela. É considerado uma das mais bem-sucedidas ações culturais do Estado, oferece ensino de excelência, com a missão de formar instrumentistas, cantores, atores, regentes, educadores e luthiers de alto nível. Sua importância no cenário musical é tão acentuada que garantiu à cidade de Tatuí o título de Capital da Música, aprovado por lei em janeiro de 2007. A instituição é mantida pelo Governo do Estado de São Paulo e por empresas patrocinadoras, por meio de leis de incentivo fiscal, sob a gestão da Sustenidos Organização Social de Cultura.

Sobre a Sustenidos: Eleita a Melhor ONG de Cultura de 2018, a Sustenidos é a organização responsável pelos programas Projeto Guri, Som na Estrada, Musicou e MOVE (Musicians and Organizers Volunteer Exchange); pelos festivais Ethno Brazil e Imagine Brazil; além do Conservatório Dramático e Musical de Tatuí e do Theatro Municipal de São Paulo. No Projeto Guri desde 2004, é responsável pela gestão do programa de ensino musical no litoral e no interior do Estado de São Paulo, incluindo os polos da Fundação CASA. Além do Governo de São Paulo, a Sustenidos conta com o apoio de prefeituras, organizações sociais, empresas e pessoas físicas. Instituições interessadas em investir na Sustenidos, contribuindo para o desenvolvimento integral de crianças e adolescentes, têm suporte fiscal da Lei Federal de Incentivo à Cultura e do Fundo Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (FUMCAD). Pessoas físicas também podem ajudar. Saiba como contribuir: www.sustenidos.org.br/pessoa-fisica/