Institucional 6
Institucional 5
Institucional 4
Institucional 3
Institucional 2
Banner Institucional 1

Associação Comercial e Empresarial doa cestas básicas para o Conservatório de Tatuí

Os alimentos são destinados aos alunos e alunas que residem no Alojamento da instituição

Associação Comercial e Empresarial doa cestas básicas para o Conservatório de Tatuí

04/05/2021

O Conservatório de Tatuí – instituição da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Governo do Estado de São Paulo, gerida pela Sustenidos Organização Social de Cultura – recebeu nesta semana 11 cestas básicas doadas pela Associação Comercial e Empresarial (ACE) da cidade. Os alimentos foram distribuídos para alunos e alunas que residem no Alojamento da instituição.

“A gente sabe que, se as coisas não estão boas para o comércio durante a pandemia, para a cultura está ainda pior, pois é um setor que parou totalmente. O comércio foi muito bombardeado pelas restrições da pandemia e muita gente está enfrentando uma crise. Mas há alguns segmentos que não foram tão impactados. Então, é um gesto de solidariedade. O Conservatório de Tatuí é parceiro da Associação, pois todas as pessoas que passam por ele – professores, colaboradores, alunos e visitantes – são consumidores e apoiam nosso comércio. Sentimos essa necessidade dos alunos agora e vamos ajudar no que pudermos, como temos feito também com o Fustat (Fundo Social de Tatuí)”, afirma o presidente da ACE, Eric Proost.

O Alojamento “Prof. João Eurico de Melo Toledo” do Conservatório de Tatuí conta, atualmente, com 11 residentes regulares, alunos e alunas da instituição que vieram de outra cidade ou país e que se encontram em situação vulnerável. Na entrega dos alimentos, alguns estudantes comentaram que vivem de sua arte e estão impossibilitados de trabalhar em respeito às restrições impostas pela pandemia.

Proost lembrou que toda a cadeia produtiva tem sido afetada pela pandemia, em maior ou menor escala. “Mas isso tende a se normalizar em algum tempo e, se Deus quiser, vamos comemorar muito nas apresentações do Teatro do Conservatório de Tatuí”, acrescentou.

Na foto: Eric Proost (ACE) e Natália Lorenzetti (Conservatório de Tatuí)

 

Patrocinadores Sustenidos: CTG Brasil; Visa; SulAmérica, Sky, Microsoft e Glovis.

Sobre o Conservatório de Tatuí: Fundado em 11 de agosto de 1954, o Conservatório Dramático e Musical “Dr. Carlos de Campos” – Conservatório de Tatuí (SP), como é conhecido internacionalmente – é uma das mais respeitadas escolas de música da América Latina. Oferece mais de 100 cursos gratuitos nas áreas de Música Erudita (instrumentos, canto e regência), Música Popular Brasileira, Artes Cênicas e Luteria. Atende aproximadamente 2.000 alunos anualmente, vindos de todas as regiões do Brasil e, também, de outros países, como Argentina, Chile, Coreia do Sul, Equador, Estados Unidos, Japão, México, Peru, Portugal, Síria, Uruguai e Venezuela. É considerado uma das mais bem-sucedidas ações culturais do Estado, oferece ensino de excelência, com a missão de formar instrumentistas, cantores, atores, regentes, educadores e luthiers de alto nível. Sua importância no cenário musical é tão acentuada que garantiu à cidade de Tatuí o título de Capital da Música, aprovado por lei em janeiro de 2007. A instituição é mantida pelo Governo do Estado de São Paulo e por empresas patrocinadoras, por meio de leis de incentivo fiscal, sob a gestão da Sustenidos Organização Social de Cultura.

Sobre a Sustenidos: Eleita a Melhor ONG de Cultura de 2018, a Sustenidos é a organização gestora do Festival Ethno Brazil, Som Na Estrada, Festival Imagine Brazil, MOVE (Musicians and Organizers Volunteer Exchange) e Projeto Guri. Desde 2004, é responsável pela gestão do programa de ensino musical no litoral e no interior do estado de São Paulo, incluindo os polos da Fundação CASA. Além do Governo de São Paulo, a Sustenidos conta com o apoio de prefeituras, organizações sociais, empresas e pessoas físicas. Instituições interessadas em investir na Sustenidos, contribuindo para o desenvolvimento integral de crianças e adolescentes, têm incentivo fiscal da Lei Rouanet e do Fundo Municipal da Criança e do Adolescente (FUMCAD). Pessoas físicas também podem ajudar. Saiba como contribuir: http://www.sustenidos.org.br/pessoa-fisica/