Secretaria da Cultura
5º Seminário de Regência
Institucional 6
Institucional 5
Institucional 4
Institucional 3
Institucional 2
Banner Institucional 1

Junção Low e Trio Asafe vencem o nível avançado do 9º Prêmio de Incentivo à Música de Câmara

O Quarteto Ecos ficou em segundo lugar e a terceira posição foi para o Duo Giocoso

Junção Low e Trio Asafe vencem o nível avançado do 9º Prêmio de Incentivo à Música de Câmara

O Trio Asafe e o Quarteto Junção Low venceram o 9º Prêmio de Incentivo à Música de Câmara. A final, com empate, aconteceu neste domingo, dia 1º, no Teatro Procópio Ferreira.

O primeiro grupo campeão conta com Pablo Sales (piano), Samuel Ferraz (violino) e Samuel Lazala (violoncelo) e a professora responsável é Miriam Braga. Na disputa da final, o trio apresentou “Cinco Miniaturas Brasileiras”, de Edmundo Villani-Côrtes. A união entre os instrumentistas do Trio Asafe ocorreu no segundo semestre de 2016, no intuito de conhecer, apreciar e executar o repertório próprio da formação. O trabalho do trio tem se consolidado entre os integrantes, de maneira que todos têm crescido em âmbito musical e técnico. Além disso, esse mesmo trabalho tem cumprido com o objetivo do grupo de exprimir versatilidade tanto em estudo quanto em palco, na busca de se produzir um grupo de identidade destinada à performance.

O segundo grupo é formado por Andressa Luz (eufônio), Daniel Satler (tuba), João Guilherme Valente (tuba) e Marcel Montini (tuba), tendo Luciano Vaz Vieira como professor responsável. Na final, o quarteto apresentou “Music for Tuba”, de John Stevens. Formado por três tubas e um eufônio, o Junção Low nasceu no ano de 2013, com a finalidade de explorar as diversas cores que essa formação possibilita. A cada semestre, tem como objetivo aprender as técnicas de conjunto, entrosamento entre os músicos, com a finalidade de vencer juntos as dificuldades individuais e, com isso, levar música de qualidade para o publico. Desde a fundação, o Junção Low se apresenta na Semana Música de Câmara e no Prêmio Incentivo à Música de Câmara do Conservatório de Tatuí.

_ACT4229 - Cópia

Também no nível avançado, a segunda colocação ficou com o Quarteto Ecos, formado por Thiago Torres (violino), Larissa Mosquini (violinos), Felipe Zamian (viola) e Everson Zattoni (violoncelo) e orientado pela professora Graziela Pagotto. A participação na final aconteceu com a obra “Quarteto Op. 8″, de Shostakovich.

O terceiro lugar foi para o Duo Giocoso, de Abner Americo (flauta transversal) e Karina Bertrameli (violão) e tendo como professor responsável Marcel Ricardo Villa. Na final, a dupla apresentou duas obras de Astor Piazzolla: “Bordel 1900″ e “Café 1930″.

A nível avançado do 9º Prêmio de Incentivo à Música de Câmara teve ainda duas menções honrosas: para o Trio Roda Viva, formado por Marta Azevedo (violino), Karina Bertrameli (violão) e Thaysa Cândido (violão) e orientado pelo professor Tiago Almeida; e para o Duo Linos, formado por pelos violinistas Melissa Martins de Paula e Paulo Daniel Silva Cardoso e orientado pelo professor Juliano de Arruda Campos.

Apoio Cultural – Para a temporada de 2017, o Conservatório de Tatuí conta com apoio cultural da Coop – Cooperativa de Consumo e Grupo CCR SPVias.


Agência Digimeta